Significado dos signos: Horóscopo celta das árvores

celticircle[1]
bethluisnion[1]

24/12 a 20/01 – Bétula – Beth
21/01 a 17/02 – Sorveira – Luis
18/02 a 17/03 – Freixo – Nion
18/03 a 14/04 – Amieiro – Fearn
15/04 a 12/05 – Salgueiro – Saille
13/05 a 09/06 – Pilriteiro – Uath
10/06 a 07/07 – Carvalho – Duir
08/07 a 04/08 – Azevinho – Tinne
05/08 a 01/09 – Aveleira – Coll
02/09 a 29/09 – Videira – Muin
30/09 a 27/10 – Hera – Gort
28/10 a 24/11 – Junco – Ngetal
25/11 a 22/12 – Sabugueiro – Ruis
***23/12 – Não há correspondente porque ocorre fora do ano de treze meses, portanto não seria regido por nenhuma árvore.

24 DE DEZEMBRO A 20 DE JANEIRO
LUGH – INVENTOR DE TODAS AS ARTES E ARTIFÍCIOS
PLANETA REGENTE: Sol
ÁRVORE SIMBÓLICA: Vidoeiro ou Bétula (é a mesma árvore)
Existem dois tipos distintos de nativos de Lugh: aqueles que nasceram sob influência da Lua Nova (nas primeiras duas semanas do signo) são impulsivos, emocionais, e por vezes tornam-se introvertidos com o passar dos anos. Como traço positivo de carácter pode apontar-se a facilidade que têm em ultrapassar todo o género de obstáculos; são tenazes e perseguem com muita fé os seus objectivos de vida. Os que nasceram nas últimas duas semanas (influenciados pela Lua Cheia) têm uma natureza visionária, tornando-se mais objectivos e extrovertidos com a idade. O seu principal defeito é fazerem julgamentos sob influência de opiniões alheias. Segundo as crenças dos Druidas, o vidoeiro representa o potencial de crescimento, a semente que dá origem à vida.
ÁRVORE – Graciosa mas versátil, servia em tempos para fabricar ferramentas, para fazer berços. Ah, e também era a árvore que dava… as vassouras ás bruxas. Era a primeira a ganhar folhas depois do Inverno, significando o renascimento e a esperança.
ANIMAL QUE PROTEGE – O cavalo branco, símbolo de um objectivo e de um ideal sem o qual a vida das “Bétulas” não faz sentido.
DONS MÁGICOS – Esperança e Idealismo.
ÁRVORES COMPATIVÉIS – Videira e Salgueiro. à vida.

21 DE JANEIRO A 17 DE FEVEREIRO
BRIGID – DEUSA DA FERTILIDADE E DA POESIA
PLANETA REGENTE: Urano
ÁRVORE SIMBÓLICA: Sorveira-Brava
Os que nasceram sob o signo de Brigid possuem mentes visionárias e princípios humanitários. No entanto. Permanecem controlados durante muito tempo, encobrindo as suas visões e profecias perante o resto da humanidade. São aparentemente frios, mas no fundo têm ideais apaixonados e sentimentos fortes. São contra a desigualdade e a ignorância e tendem a mostrar-se impacientes e frustrados perante certas realidades e injustiças. Quando conseguem exteriorizar as suas capacidades ruma profissão adequada à sua personalidade, tornam-se os pioneiros das grandes mudanças e reformas sociais. Os mais influenciados pela Lua Cheia (nascidos nas últimas duas semanas) têm tendência a prometer mais do que aquilo que podem dar.
ÁRVORE – É mais um arbusto, com pequenas flores e frutos vermelhos, que cresce nas montanhas. Não é uma árvore, com que muitos de nós estejamos familiarizados, mas era sagrada para os druidas, que da sua madeira, construíam os cabos das suas foices. Também era o material, com que faziam algumas varinhas de condão. Considerada uma árvore mágica, plantava-se muitas vezes junto ás casas para as proteger contra os maus espíritos.
ANIMAL QUE A PROTEGE – O Dragão, que simboliza o fogo da criação a inspiração e a imaginação.
DONS MÁGICOS – Imaginação e Originalidade.
ÁRVORES COMPATIVÉIS – Hera e Espinheiro.

18 DE FEVEREIRO A 17 DE MARÇO
GWYDION – O MÁGICO CONTADOR DE HISTÓRIAS
PLANETA REGENTE: Neptuno
ÁRVORE SIMBÓLICA: Freixo
Aqueles que nasceram sob influência de Gwydion têm carácter instável e dupla personalidade, o que torna difícil à compreensão da sua verdadeira natureza e motivações. Possuem uma grande imaginação e chegam a misturar os sonhos com a realidade. Têm a virtude da compaixão e são pessoas altamente sensíveis aos problemas dos outros. Os que viram a luz do dia nas primeiras duas semanas são mais impulsivos e espontâneos. Os que têm maior influência da Lua Cheia (segunda quinzena) são normalmente pessoas exibicionistas, infantis, mas com grande generosidade – espírito. A sua fraqueza de espírito é aparente, porque no fundo conseguem influenciar o mundo com as suas ideias.
ÁRVORE – Era temida pela sua assustadora tendência para “atrair os raios”. Acreditava-se que a sua madeira era mágica, e usavam-na para varinhas de condão, lanças, e outros instrumentos especiais. Atenção, meninas; se puserem uma folha de freixo dentro do vosso sapato esquerdo, vão encontrar o homem da sua vida (provavelmente o guarda-florestal a ralhar-vos por danificarem a natureza, mas pronto).
ANIMAL QUE A PROTEGE – A serpente do mar, símbolo da adaptação e da intuição, sabedoria e a energia espiritual
DONS MÁGICOS – Comunicação e Curiosidade.
ÁRVORES COMPATIVÉIS – O Salgueiro e o Junco.

18 DE MARÇO A 14 DE ABRIL
BRAN – ENTIDADE QUE GOVERNA 0 MUNDO ESPIRITUAL
PLANETA REGENTE: Marte
ÁRVORE SIMBÓLICA: Amieiro
Os nativos de Bran são poderosos e encaram o mundo de uma forma muito especial. A coragem é um dos principais atributos deste signo, bem como o espírito de iniciativa. O seu destino é incerto, mas normalmente nascem para comandar ou para criar ideias que muitos outros seguem. Têm um espírito inquieto, principalmente os que nasceram sob influência da Lua Nova, na primeira quinzena. A sua sinceridade não deixa lugar a dúvidas, mas têm dificuldade em assentar ideias de modo a expressá-las da melhor maneira. São pessoas confiantes, possuidoras de uma energia vibrante e podem ter muito sucesso quando colocadas estrategicamente em lugares de chefia e liderança.
ÁRVORE – A sua madeira resistente à água era usada para construir pontes, barcos, jarros… e instrumentos musicais mágicos. Uma árvore sagrada no mundo dos espíritos, acreditava-se de que era o princípio de tudo e reunia as energias masculinas e femininas num equilíbrio perfeito. Era muito usada para práticas oraculares de adivinhação.
ANIMAL QUE A PROTEGE – Falcão, símbolo da diplomacia e da habilidade. Também há que se refira à Raposa encarna os dons da diplomacia que, enfim, não são o forte do Amieiro.
DONS MÁGICOS – Intuição e Racionalidade, em doses iguais.
ÁRVORES COMPATIVÉIS – Amieiro, Espinheiro, Carvalho, e o Videira.

15 DE ABRIL A 12 DE MAIO
CERIDWEN – A DEUSA DA LUA E DAS PALAVRAS SECRETAS
PLANETA REGENTE: Lua
ÁRVORE SIMBÓLICA: Salgueiro
As pessoas nascidas sob influência de Ceridwen conseguem tocar e entender todos os aspectos da natureza, desvendar todos os mistérios da Terra. Possuem uma espécie de antena psíquica e por isso conseguem aceder às mais remotas zonas da memória. A sua tenacidade encontra-se oculta sob uma capa de aparente desprendimento e passividade. Estes nativos são os mais receptivos a mudanças e é através delas que encontram as suas melhores oportunidades de vida. Os que nasceram na segunda quinzena estão inclinados a descurar os avisos e conselhos, e por isso correm o risco de perder credibilidade. Um dos aspectos mais positivos do carácter deste signo é a excelente memória, uma característica quase imbatível.
ÁRVORE – Era a árvore da Lua, que simbolizava a energia feminina. Quem tivesse grandes pesos na consciência podia confessar-se a um Salgueiro: o seu segredo seria para sempre guardado. De facto, nunca ninguém soube de nenhum segredo, pela boca de um Salgueiro…
ANIMAL QUE A PROTEGE – A Lebre, um animal que fazia a ligação entre o mundo dos homens e dos espíritos. També se diz que é a Serpente, símbolo de sabedoria e energia espiritual
DONS MÁGICOS – Sabedoria e Persuasão.
ÁRVORES COMPATIVÉIS – A Videira e a Hera.

13 DE MAIO A 9 DE JUNHO
OLWEN – FLOR BRILHANTE QUE ILUMINA OS CAMPOS
PLANETA REGENTE: Vulcano (imaginário),
ÁRVORE SIMBÓLICA: Espinheiro-alvar ou pliriteiro (é a mesma árvore).
E rilhando em volta das igrejas, das casas e dos campos, Olwen constitui o prenúncio da inovação, da criação e da confiança. Os estímulos e os grandes desafios estão sempre presentes na vida destes nativos. São eloquentes, belos e têm talentos artísticos, deixando transparecer um encanto natural. Adaptam-se facilmente às mudanças que surgem nas suas vidas e exercem a sua influência nas mais variadas esferas da sociedade. Conhecem todas as fraquezas dos seus adversários, têm uma natureza sensual, e a sua aproximação ao sexo oposto é distinta e irresistível. Os seus traços positivos estão ligados a uma visão moderna da vida que abre as portas da sua mente, mas que pode chocar os mais conservadores.
ÁRVORE – Os seus espinhos ligam-na á protecção, física e espiritual. Era uma das três árvores mais mágicas da Irlanda (com o carvalho e o freixo). Os Druidas acreditavam que as fadas se enrolavam entre os ramos para nos observar.
ANIMAL QUE A PROTEGE – O Mocho, simboliza a paciência que tantas vezes falta aos Espinheiros.
DONS MÁGICOS – Inovação e Renovação.
ÁRVORES COMPATIVEIS – O Freixo, e Sorveira.

10 DE JUNHO A 7 DE JULHO
DAGDA – O PAI DE TODOS OS DEUSES
PLANETA REGENTE: Júpiter
ÁRVORE SIMBÓLICA: Carvalho
Este é o signo da verdade e do conhecimento. Aos nativos de Dagda é atribuído o poder de afastar todos os demónios. São determinados, entusiastas e muito responsáveis. Mantêm-se calmos em altura de crise, e dificilmente deixam triunfar os seus rivais. Têm uma visão optimista da vida e dizem as verdades, quaisquer que possam ser as consequências. Os que nasceram na primeira semana, mais influenciados pela Lua Nova, estão inclinados a envolver-se em riscos financeiros aos quais por vezes não conseguem dar resposta. As maiores perdas ocorrem geralmente durante a fase de Lua Cheia, altura em que devem evitar negócios e compras avultadas. Todos os que nascem sob influência de Dagda são pessoas de espírito generoso, com fortes instintos criativos e habilidades múltiplas.
ÁRVORE – No top Druida era a mais sagrada das árvores, representando a alma humana, a verdade e a sabedoria. Acreditava-se que as portas de carvalho, tinham poderes especiais, para manter todo o mal do lado de fora.
ANIMAL QUE A PROTEGE – A… Cotovia. Parece um animal muito pequeno para uma personalidade tão grande, mas a cotovia simboliza a humildade que os “carvalhos” devem desenvolver, para não caírem no pecado mortal da vaidade ou o Cavalo selvagem, simbolizando o poder da subtileza
DONS MÁGICOS – Energia e Optimismo.
ÁRVORES COMPATIVÉIS – O Freixo, Junco, e a Hera.

8 DE JULHO A 4 DE AGOSTO
DANU – DEUS DA PUREZA E DA FORÇA
PLANETA REGENTE: Terra
ÁRVORE SIMBÓLICA: Azevinho
As pessoas nascidas sob esta influência não gostam de correr riscos. Possuem imensas qualidades, entre elas a pureza de carácter. São práticas e facilmente conseguem resolver os problemas através da simplicidade e da lógica. Aqueles que nasceram sob influência da Lua Nova, nas duas primeiras semanas, são mais inclinados a envolver-se nos sonhos e ambições dos que os rodeiam. Os nativos de Danu têm por vezes um optimismo cego que se torna perigoso. Os que nasceram em Lua Cheia, especialmente já em Agosto, tornar-se-ão elementos efectivos em grandes negócios. São hipersensíveis, críticos e têm um sentido apurado dos valores da História e da tradição.
ÁRVORE – Era tradicionalmente usada para afastar os maus espíritos: era frequente os guerreiros levarem ramos de azevinho nos escudos. As pessoas levavam azevinho para dentro das casas, para as fadas terem onde se abrigar, durante o Inverno: daí talvez a tradição de se pendurar, uma coroa de azevinho na porta durante o Natal.
ANIMAL QUE A PROTEGE – O Unicórnio, símbolo da pureza, integridade, e da magia suprema. Pois, não é um animalzinho que possa ter em casa, mas é lindo.
DONS MÁGICOS – Determinação e Sensualidade.
ÁRVORES COMPATIVÉIS – O Freixo.

5 DE AGOSTO A 1 DE SETEMBRO
COLL – O ARCO ÍRIS QUE DISSIPA A TRISTEZA
PLANETA REGENTE: Mercúrio
ÁRVORE SIMBÓLICA: Aveleira
ESTE é o signo associado à sabedoria que rege a justiça.
Aqueles que nasceram nesta época têm faculdades mágicas, são inspirados, iluminados e perceptivos. A perspicácia da sua mente faz com que se tornem excelentes políticos, analistas ou arquitectos. Os que nasceram nos primeiros dez dias do signo, sob influência da Lua Nova, possuem uma natureza inquiridora, podendo tornar-se detectives, investigadores, espiões ou envolver-se em actividades clandestinas. Todos os nativos procuram na sombra as respostas certas e imparciais. Estão também inclinados a tornar-se figuras públicas, a educar e a instruir os mais jovens na área das artes. Entre os traços negativos há que realçar as atitudes hipercríticas que podem magoar aqueles que não os conhecem bem. ÁRVORE – Pequena, mas resistente, os seus ramos eram muito usados para descobrir a presença de água no solo. Bastões de aveleira eram o símbolo da autoridade e sabedoria, e acreditava-se que se adquiria propriedades mágicas, se, se comessem algumas avelãs, símbolo da sabedoria.
ANIMAL QUE A PROTEGE – A Garça, pássaro associado aos mistérios da magia e das verdades mais profundas. Também se considera o Peixe, símbolo de inteligência, inspiração e criatividade
DONS MÁGICOS – Inteligência e energia mental.
ÁRVORES COMPATIVÉIS – O Espinheiro e Sorveira.

2 DE SETEMBRO A 29 DE SETEMBRO
DANAN – SÍMBOLO DO CONHECIMENTO SAGRADO
PLANETA REGENTE: Vénus
ÁRVORE SIMBÓLICA: Videira
Aparentemente frios e desligados, os nativos de Danan são românticos e sensíveis. Possuem um sentido estético apurado e são bastante intuitivos. Têm uma natureza sensual e dão prioridade às emoções sempre, que têm algo a decidir. Face às oposições reagem de forma organizada e objectiva, o que para eles representa um trunfo para chegar ao êxito e para que possam sair em vantagem em caso de competição. As suas energias manifestam-se discretamente, mas no fundo são entusiastas e servem de apoio a muitas outras pessoas.
Os que nasceram nas últimas duas semanas, sob influência da Lua Cheia, têm a capacidade de tudo perdoar, mostrando grande vocação religiosa. Normalmente as pessoas nascidas nesta época criam à sua volta estabilidade e harmonia, fazendo do seu lar uma espécie de paraíso muito procurado como refúgio.
ÁRVORE – Precisa de grandes cuidados para se desenvolver e dar fruto. Como se sabe, sempre teve a característica de desatar as línguas e fazer vir a verdade ao de cima. Simboliza a abertura a outro e a ligação entre duas pessoas, princípios ou realidades.
ANIMAL QUE A PROTEGE – O Cisne Branco, símbolo da evolução espiritual que a videira tantas vezes evita.
DONS MÁGICOS – Serenidade e Harmonia.
ÁRVORES COMPATIVÉIS – O Salgueiro e Aveleira.

30 DE SETEMBRO A 27 DE OUTUBRO
GORT – A LEVEZA DO SER
PLANETA REGENTE: Vénus
ÁRVORE SIMBÓLICA: Hera
Os nativos nascidos sob influência de Gort possuem talentos múltiplos, são desligados dos valores materiais e conseguem facilmente obter reconhecimento público. Têm um estilo único de vestir, adoram as modas coloridas e os adereços exóticos, especialmente as pessoas que nasceram entre 5 e 10 de Outubro. O seu grande problema são as indecisões: ao mesmo tempo que irradiam sucesso e que a sorte vem ao seu encontro, têm dificuldade em escolher o melhor caminho. Devem confiar na sua própria intuição e nas vozes que lhes chegam de outros mundos. Em certas situações, principalmente no amor, gostam de manipular os outros. Por isso se envolvem em divórcios litigiosos, mais ou menos a meio da vida, disputando a posse dos filhos, mas quase sempre sem exigir quaisquer bens materiais.
ÁRVORE – O poder de se “agarrar” e criar raízes, tornou-a especial para os Druidas. Era especial para as mulheres, sendo usada em rituais de sorte e fertilidade. Era vista como uma das mais poderosas plantas em toda a natureza e um símbolo de força, determinação e mistério, representando a viagem da alma em direcção ao seu próprio conhecimento.
ANIMAL QUE A PROTEGE – A Borboleta, simboliza a liberdade de restrições alheias, beleza, harmonia e subtileza.
DONS MÁGICOS – Charme e Generosidade.
ÁRVORES COMPATIVÉIS – O Carvalho e o Freixo.

DE 28 DE OUTUBRO A 24 DE NOVEMBRO
SAMAIN – SÍMBOLO DE CORAGEM E INDEPENDÊNCIA
PLANETA REGENTE: Plutão
ÁRVORE SIMBÓLICA: colmo ou junco
O colmo era considerado entre os Druidas como sagrado e tinha o poder de proteger as casas, pessoas e animais do assédio de espíritos diabólicos. As pessoas nascidas sob influência de Samain são auto-suficientes, corajosas, vigorosas e alegres. No dia-a-dia, recusam-se a ser pressionadas e precisam constantemente de desafios mentais e psíquicos. A sua vida pode ser um drama a que imprimem paixão e romance. Dedicam-se verdadeiramente aos seus amigos e não hesitam em combater inimigos, assumindo riscos e perigos físicos. Os que nasceram entre 2 e 10 de Novembro atingem geralmente reconhecimento público por actos de coragem, ou pelo facto de salvarem vidas. Todos os nativos de Samain possuem um forte instinto de sobrevivência e vivem em plena harmonia com a natureza.
ÁRVORE – Embora não a consideremos exactamente uma árvore, os Druidas achavam que o era por causa das suas raízes. Os juncos cortados eram usados para escrever, e vieram a simbolizar a sabedoria e o estudo. Identificado com o mundo submerso, o junco passou a estar ligado aos mistérios da morte. Parecidos com setas apontando para o céu, significavam também a procura, da solução para os problemas, da vida ou da alma.
ANIMAL QUE A PROTEGE – O Galgo Branco, associado aos mistérios lunares, á lealdade, fidelidade e a amizade incondicional .
DONS MÁGICOS – A valentia e a resistência, que se completam.
ÁRVORES COMPATIVÉIS – O Freixo e o Carvalho.

25 DE NOVEMBRO A 23 DE DEZEMBRO
RUIZ – SÍMBOLO DA EVOLUÇÃO E DA ETERNIDADE
PLANETA REGENTE: Saturno
ÁRVORE SIMBÓLICA: Sabugueiro
Tal como o sabugueiro, as características do nativo de Ruiz evoluem no decorrer da sua existência. Inicialmente, na sua juventude, gastam demasiadas energias com aventuras e actividades fúteis. Têm muita sorte, e com o passar dos anos recolhem benefícios dos seus antepassados, tal como casas, heranças ou brasões de família. A sua curiosidade e insaciabilidade são moderadas pela idade, mas antes disso passam por uma fase em que gastam tudo o que têm para viajar, para descobrir outros mundos e outras formas de vida. Estes nativos são excelentes oradores e aceitam constantes desafios, manifestando-se contra a injustiça e a corrupção dos poderes instituídos, o que lhes pode valer alguns dissabores com autoridades. Têm geralmente um final de vida mais tranquilo, rodeados de jovens que admiram a sua maneira de ser e ouvem atentamente as suas opiniões e os seus relatos.
ARVORE – Demasiado grande para arbusto, demasiado frágil para árvore… para sempre entre dois mundos, o sabugueiro unia os homens e deuses através de flautas, feitas da sua madeira demasiado frágil para móveis ou barcos. Também se dizia que uma coroa feita com os seus permitia ao “coroado” ver os espíritos.
ANIMAL QUE A PROTEGE – Cavalo negro, representativo da evolução espiritual e da liberdade plena . Para o dia 23, O Corvo, um animal oracular, que representava as crises necessárias ao crescimento.
DONS MÁGICOS – Alegria e Tolerância.
ÁRVORES COMPATIVÉIS – O Freixo e o Azevinho.

Fontes: http://baldocas65.blogspot.pt/2008/08/astrologia-celta.html ; http://valedomago.blogspot.pt/2013/01/beth-luis-nion-o-calendario-celta-das.html

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s